23/03/2018 19:00

Lançamento do XXVII Congresso Febrapsi


Faça sua inscrição: clique aqui

 

XXVII Congresso Brasileiro de Psicanálise em Construção  

Dessa forma o passado, o presente e o futuro são entrelaçados pelo fio do desejo que os une (Freud, 1907).

 

Brasil, Rio Grande do Sul, Porto Alegre, nos dias 23 e 24 de março de 2018, estaremos em conjunto com SPPA, SBPdePA e SPPEL dando início às preparatórias para o XXVII Congresso Brasileiro de Psicanálise de 2019: O Estranho – Inconfidências. Nessa ocasião teremos a oportunidade de efetuar um intercâmbio de ideias que prometem ser instigadoras e debates calorosos, sobre o familiar e não familiar, num clima que deve suscitar o nosso desejo de produzir inconfidências. Essas que visam desconstruir possíveis Weltanschauung (Freud, 1932) – abertura para novas visões – que viabilizem o brotar de confidências termináveis e intermináveis (Freud, 1937). Fenômeno estranhamente desconcertante, que põe em pauta a repetição movida, exclusivamente, pelo prazer. Emergem reflexões sobre a repetição do mesmo, do diferente e do equivalente. Processo gerador de sensações que transcendem os sentimentos, com sua especificidade, diretamente ligado ao processo representacional.  Caminhos intrigantes pelos quais a pulsão de morte vem à luz, em 1920 – a assustadora descoberta do humano, somos movidos, igualmente, pela atração da dor e do amor.

Nesse sentido Natanael e Olímpia, personagens do conto criativo de Hoffmann, vêm em nosso auxilio, com seu realismo fantástico. Narrativa geradora de inquietações: a literatura como uma fenda para as profundezas do acheronta (Freud, 1900)?  Tradução de um provável trânsito, entre a estética do repulsivo, arrancar os olhos das crianças, e a estética do belo? O além do desejo recalcado clamando por ser escutado? Como as repetições estão implicadas na criação? Essas são algumas questões, entre muitas, que somos solicitados a examinar. 

Portanto, convidamos todos a participarem de nossas jornadas rumo ao XXVII Congresso Brasileiro, na expectativa da construção de um espaço de interações – atrevendo-se a fazer suas inconfidências – sobre os estranhos caminhos pelos quais nos fazemos sujeitos, inseridos em uma cultura. Permeados por interrogantes, que produzam pensamentos – unidos pelo fio do desejo – comprometidos com as transformações que demandam o nosso tempo: entrelaçando o passado, o presente e lançando um olhar para o futuro.

Ignácio Paim Filho - Diretor científico da Febrapsi

Faça sua inscrição aqui (sem custo): https://goo.gl/icCnsX

CONFIRME SUA PRESENÇA.Vagas Limitadas.